História da infância de Roger Milla mais fatos de biografia não contados

História da infância de Roger Milla mais fatos de biografia não contados

Nossa biografia de Roger Milla conta fatos sobre sua história de infância, início de vida, pais - Germain Mooh (pai), Ruth Ngobo (mãe), antecedentes familiares, filhos (Albert Roger, Ruth Sandy e Raphaël Ondobo), etc.

A história de vida da lenda africana da Copa do Mundo não termina aí. Contaremos fatos sobre a esposa tardia de Roger Milla (Evelyne Marie Béa), esposa atual (Astrid Stephanie Ondobo Milla), etc. Além disso, seu patrimônio líquido, estilo de vida, passatempo de dança, comida africana favorita e vida pessoal.

Em poucas palavras, este artigo de futebol explica a história completa de Roger Milla. Esta é a história do Velho Leão, uma lenda do futebol que gravou seu nome na história da Copa do Mundo da FIFA. Sim, as façanhas de gols e danças de Roger ainda estão frescas nas mentes dos amantes do futebol.

Preâmbulo:

A versão de LifeBogger da biografia de Roger Milla começa contando sobre os eventos notáveis ​​de sua infância e juventude. A seguir, vamos desvendar o principal ponto de discussão de sua biografia de carreira. E, finalmente, como ele (em 1990 e 1994) se tornou uma lenda da Copa do Mundo.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
História de infância de Djibril Sidibe mais fatos de Biografia não contados

Prometemos aguçar seu apetite por autobiografia enquanto você lê a biografia de Roger Milla. Para começar, aqui está uma galeria de fotos de sua infância, primeiros anos (carreira), dias de troféus e o momento final de cimentar seu status de Lendário Global. Sem dúvida, ele conta sua história.

Biografia de Roger Milla - Desde a infância até quando se tornou um ícone global do futebol.
Biografia de Roger Milla – Desde a infância até quando se tornou um ícone global do futebol.

Na história do futebol, são poucos os jogadores com destinos excepcionais. Quando você menciona dez Lendas da Copa do Mundo – por exemplo, Zinedine Zidane, Ronaldo de Lima, Andres Iniesta, Maradona, etc… esta Lenda, Roger Milla, é certamente uma delas.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
História da infância de Fabinho além de incontáveis ​​fatos biográficos

Apesar das grandes coisas que ele fez na Copa do Mundo da FIFA, notamos uma enorme lacuna de conhecimento em suas publicações. LifeBogger descobriu que poucos amantes do futebol leram uma versão detalhada da biografia de Roger Milla. Nós preparamos e sem mais delongas, vamos começar.

História da infância de Roger Milla:

Para iniciantes em Biografia, ele tem o apelido de “Velho Leão”, e seus nomes completos são Albert Roger Miller. A lenda do futebol camaronês nasceu no dia 20 de maio de 1952 para sua mãe, Ruth Ngobo, e pai, Germain Mooh, na cidade de Yaoundé, Camarões.

Crescendo:

Aos sete anos e nove dias, um importante evento esportivo marcou a infância de Roger Milla. Esse dia era 29 de junho de 1958, quando um herói do futebol, com o nome de Pelé, surpreendeu o mundo do futebol. A lenda brasileira (Pele) ergueu sua primeira Copa do Mundo naquele dia.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
História da infância de Aurelien Tchouameni, além de fatos biografados não contados

Roger Milla conheceu o brasileiro Pelé, seu primeiro herói do futebol na infância. Na década de 1950, a TV não havia chegado aos Camarões, então Roger só podia se conectar ao seu herói através da transmissão da Rádio Douala Soccer. Naquela época, Pelé havia começado seu reinado no futebol.

Quando criança, o amor de Roger pelo futebol lhe rendeu o apelido de “Pele”. Esse apelido sempre foi reservado para o melhor garoto de futebol do bairro em que ele cresceu. A decisão de se tornar um jogador de futebol afastou Roger das más escolhas que ele poderia ter feito quando criança.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
Emmanuel Adebayor Childhood Story Plus Untold Biografia Fatos

Além de jogar futebol, o jovem Roger Milla tinha como hobby a natação. O rio Dibamba (foto abaixo) era seu local ideal para nadar. No início, Roger e seus amigos de infância usavam essa velha ponte alemã como plataforma de mergulho, e era muito divertido.

Durante a infância de Roger Milla, ele nadou no rio Dibamba, usando esta velha ponte alemã como plataforma de mergulho.
Durante a infância de Roger Milla, ele nadou no rio Dibamba, usando esta velha ponte alemã como plataforma de mergulho.

Roger Milla no início da vida com o futebol:

Traçamos os primórdios do futebol da lenda camaronesa até seus dias de juventude em Japoma. Roger Milla e seus amigos estavam acostumados a jogar futebol às margens do rio Dibamba, no Litoral. Naquela época, Roger tocava descalço e em terrenos empoeirados.

Antecedentes da família Roger Milla:

A julgar pelo custo de vida de Camarões na década de 1950, a lenda do futebol não veio de um lar pobre. Na verdade, os pais de Roger Milla eram cidadãos de classe média. Em relação ao que seu pai fazia para viver, a pesquisa diz que Germain Mooh era um trabalhador ferroviário camaronês.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
Fatos da biografia Benjamin Mendy Childhood Story Plus Untold

Por outro lado, a mãe de Roger Milla, Ruth Ngobo, era governanta. Devido à natureza da ocupação de seu pai, toda a família muitas vezes foi forçada a se mudar. Mudanças maciças no sistema ferroviário do país fizeram com que os serviços do pai de Roger Milla fossem necessários em Douala.

No ano de 1963 (aos onze anos), a família de Roger Milla mudou-se de Yaoundé para Douala. A mudança para a capital econômica e a maior cidade de Camarões (Douala) favoreceu Roger. Grandes oportunidades no futebol abriram portas e desempenharam um papel importante no início de sua carreira.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
Fatos de biografia de Bernardo Silva Childhood Story Plus Untold

Origem da família Roger Milla:

Para começar a biografia da lenda do futebol, sua nacionalidade é Camarões. De acordo com a Rádio Televisão de Camarões, a aldeia de Roger Milla é Japoma. Esta é uma aldeia nas margens do rio Dibamba na Região Litoral de Douala. Aqui está um mapa da origem de Roger Milla.

Esta galeria de mapas mostra Japoma, que é a Origem da Família de Roger Milla.
Esta galeria de mapas mostra Japoma, que é a Origem da Família de Roger Milla.

Japoma, de onde vem a família de Roger Milla, atraiu desenvolvimento ao longo dos anos. Conforme observado no mapa acima, sua vila abriga o Estádio Japoma. Este é um estádio multiuso com capacidade para 50,000 pessoas e uma arena coberta para outros esportes.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
Histórias infâmicas de Radamel Falcao Story Story Plus Untold Biografia

Confirmação de suas raízes familiares:

A antiga glória dos Leões Indomáveis, como o chamam, uma vez lançou a primeira areia para a construção de uma escola em Japoma. Durante a ocasião que aconteceu após o bloqueio do COVID-19, Roger Milla contou ao mundo mais sobre sua origem familiar e seus pais.

Essas foram as palavras de Roger Milla ao contribuir para o desenvolvimento do Colégio Bilíngue de Japoma.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
História da infância de Aurelien Tchouameni, além de fatos biografados não contados
Japoma é antes de tudo minha aldeia e, como dizem, uma boa caridade começa em casa. Se eu tiver que erguer um prédio em algum lugar, primeiro será em Japoma, minha aldeia.
Esta é esta aldeia que me trouxe para onde estou hoje. E ainda quero agradecer aos meus ancestrais por isso. Desejei que meu pai e minha mãe ainda estivessem vivos, mas Deus os chamou de volta. No entanto, todos os outros que estão vivos, meus tios e meu avô, devem estar felizes.

Etnia de Roger Milla:

Além do francês, o Old Lion fala a língua Duala, entre outros dialetos locais de Camarões. Também conforme observado no mapa abaixo, a etnia de Roger Milla se enquadra na família linguística bantu. Bantus e Semi-Bantus são os maiores grupos étnicos em Camarões. 

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
História da infância de Kevin Volland e fatos biografados não contados

Roger Milla Educação:

O Velho Leão começou seus estudos em Douala, onde passou a melhor parte de sua infância. Enquanto recebia sua educação, Roger Milla se dedicava ao futebol competitivo, especialmente durante os intervalos e depois da escola. Inicialmente, seus pais (Germain e Ruth) não concordaram com isso.

Meus pais não me deixavam jogar futebol, especialmente depois do horário escolar. Isso porque eu tinha que ajudar nas tarefas domésticas.

Roger Milla disse uma vez durante uma entrevista exclusiva. Às vezes, depois dos estudos, ele chegava tarde em casa porque jogava muito futebol depois da escola. Por não seguir suas instruções, os pais de Roger Milla o puniriam. Mesmo assim, o futebol liderou o caminho.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
História de infância de Djibril Sidibe mais fatos de Biografia não contados

De acordo com nossas descobertas, os dias da Roger Milla University estavam incompletos. Ele não conseguiu terminar porque era difícil para ele conciliar o futebol profissional com as exigências da escola.

Naquela época, Roger Milla tinha a mentalidade de que uma busca contínua pelo futebol era mais importante. O ícone camaronês acreditava que seu sucesso no futebol abriria caminho (no futuro) para sua educação universitária.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
Histórias infâmicas de Radamel Falcao Story Story Plus Untold Biografia

Desenvolvimento de carreira:

Roger Milla começou a jogar futebol (no início por diversão) durante seus dias de escola em Douala. Ele também jogou muito futebol em seu bairro durante as férias.

De jogar futebol no início por diversão, logo se tornou um assunto sério quando ele participou de competições de futebol do ensino médio.

O futuro craque da Copa do Mundo teve um bom desempenho nas competições escolares e isso alimentou seu desejo de iniciar uma carreira no esporte.

Naquela época, Roger Milla fez o necessário, que é consultar seus pais para sua aprovação. Tudo o que ele queria era dedicar mais de sua vida ao futebol. Em suas palavras;

Falei com meus pais e eles me deixaram ir jogar. Eu fiz muito bem.

todos na aldeia Japoma estavam orgulhosos de mim e toda a minha família era mais respeitada.

Roger Milla Football Story – Desde os primeiros anos de carreira:

Aos 13 anos, o jovem assinou pelo Eclair de Douala, que é seu primeiro clube local. Nessa altura (1965), a equipa sénior deste clube de futebol jogava na segunda divisão.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
História da infância de Fabinho além de incontáveis ​​fatos biográficos

O treinador de Roger tomou uma semelhança especial com ele. O treinador confiou em suas habilidades e o ajudou a melhorar muito.

Roger Milla completou sua carreira no futebol de academia bem cedo, aos 15 anos. Nessa idade, estreou pelo Eclair de Douala, na segunda divisão camaronesa. A educação de Roger Milla ainda estava em andamento naquela época, com esportes tornando-o muito popular na escola.

Dois anos depois, em sua estreia como veterano (1969), aos 17 anos, Roger Milla se tornou um nome familiar em sua escola. Entre os escolares de todo o país, o adolescente conquistou a primeira posição no salto em altura.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
História da infância de Youri Tielemans mais fatos não caracterizados da biografia

A partir desse ponto, todos, até mesmo os membros da família Roger Milla, o viram como uma criança extraordinária.

Roger Milla Bio – Jornada para a Fama:

Enfeitado em sua adolescência com o apelido especial “Pelé“, o menino com habilidades extraordinárias fez seu nome quando se tornou adulto. Aos 18 anos, Roger Milla conquistou seu primeiro título da liga com o Léopard Douala, outro clube de futebol da cidade do sudoeste camaronês.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
Fatos da biografia Benjamin Mendy Childhood Story Plus Untold

Roger Milla começou seu período de domínio nacional quando marcou 89 gols por Léopard Douala (após 116 partidas).

Depois de ganhar dois títulos de Camarões Première, Tonnerre Yaoundé garantiu seus serviços. Este é um clube camaronês de primeira linha que teve uma boa parceria com clubes de futebol da França.

Você sabia?… Roger Milla abriu o caminho para Rigobert Song e o ex-jogador do ano da FIFA, o liberiano George Weah, para se juntar ao clube de futebol Tonnerre Yaoundé. Enquanto estava lá, ele ganhou a Copa dos Vencedores das Copas Africanas em 1975 e a Copa dos Camarões em 1991.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
Kylian Mbappe Childhood Story Plus Untold Biografia Fatos

Conforme observado na foto abaixo, ser as estrelas da Copa das Copas da África em 1975 deu a Roger e seus companheiros o direito exclusivo de conhecer o líder de Camarões. Este é Roger Milla sentado na frente do Palácio da Presidência em 1975.

Esta foto foi tirada em 1975. Naquela época, Roger Milla acabava de ganhar seu primeiro troféu nacional.
Esta foto foi tirada em 1975. Naquela época, Roger Milla acabava de ganhar seu primeiro troféu nacional.

Pouco depois de vencer a Taça dos Vencedores das Taças de África de 1975, não demorou muito para o talento de Roger Milla chamar a atenção dos recrutadores europeus. Muitos clubes lutaram por sua assinatura, principalmente os da França. No ano de 1977, um novo capítulo se abriu na vida de Roger.

A decepção enfrentada ao se mudar para o exterior:

Uma temporada depois de ser eleito o Futebol Africano do Ano de 1976, Roger Milla emigrou para a França. O Valenciennes FC venceu a corrida para contratá-lo em 1977. Este é um clube que Vincent Aboubakar, um discípulo posterior de Roger Milla, fez – em sua primeira viagem à Europa.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
Emmanuel Adebayor Childhood Story Plus Untold Biografia Fatos

Naquela época, ele assinou pelo Valenciennes, mal sabia Roger Milla que as primeiras armadilhas e decepções o aguardavam.

Quando Roger Milla chegou a Valenciennes, ele foi atingido pela primeira vez por uma promessa quebrada. Roger Milla não foi colocado no time titular, mas no time reserva do clube. Em uma nota pessoal, o clube deu a ele um pequeno apartamento. E em campo, ele só conseguiu produzir 6 gols em 28 partidas.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
Kylian Mbappe Childhood Story Plus Untold Biografia Fatos

Depois de duas temporadas decepcionantes sem nenhuma oportunidade no time titular, ele decidiu deixar o clube. Roger Milla tentou a sorte com o Mônaco.

Infelizmente, não caiu bem, pois ele encontrou pouca felicidade lá. Lesões começaram a lidar com ele enquanto jogava pelo Mônaco. Além disso, Roger Milla sofreu com o moral baixo por causa da falta de crédito dado aos jogadores africanos. Em suas palavras;

Sofri racismo e fui julgado por causa da minha aparência. Os grandes clubes da França não acreditaram em mim.

Biografia de Roger Milla - A história da ascensão à fama:

Depois de outro período decepcionante com outro clube francês Bastia, ele finalmente encontrou o sucesso com o clube da segunda divisão do Saint-Étienne. Depois de marcar 31 gols em 59 partidas, Roger Milla foi transferido para o Montpellier. Com o clube, ele floresceu novamente ao marcar 37 gols.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
História da infância de Youri Tielemans mais fatos não caracterizados da biografia

No total, Roger Milla conquistou três títulos na França. Primeiro, ele ganhou a Coupe de France de 1979 jogando pelo Mônaco. Depois, outro Coupe de France com Bastia. Finalmente, o título da segunda divisão francesa com o Montpellier. Aqui está uma foto de alguns dos troféus de Milla conquistados na França.

Alguns dos troféus de Roger Milla - enquanto jogava seu futebol na França.
Alguns dos troféus de Roger Milla – enquanto jogava seu futebol na França.

O começo do fim:

Finalmente, Roger Milla se aposentou do futebol francês depois de marcar um total de 152 gols. Certamente, essa contagem de gols deixará qualquer atacante orgulhoso. Desconhecido para os fãs de futebol, as aventuras de Roger Milla (na área de conquistar o cenário internacional do futebol) estavam apenas começando.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
Fatos de biografia de Bernardo Silva Childhood Story Plus Untold

Antes de seu retorno à seleção, Roger Milla havia anunciado sua aposentadoria do futebol camaronês pela primeira vez em 1987. Isso aconteceu depois que Milla ajudou seu país a conquistar o título da Copa das Nações Africanas de 1984 – como observado aqui.

Este é Roger Milla e seus companheiros comemorando o título da Copa das Nações Africanas de 1984.
Este é Roger Milla e seus companheiros comemorando o título da Copa das Nações Africanas de 1984.

Você sabia?… o presidente de Camarões não gostou da ideia de aposentadoria de Roger Milla. Quando o jogador aposentado estava de férias em Paradise Island, a mil milhas do tumulto do futebol, recebeu um telefonema. Este telefonema era do presidente de Camarões.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
Fatos da biografia Benjamin Mendy Childhood Story Plus Untold

Roger Milla não suspeitou por um único momento que um telefonema de Paul Biya o forçaria a retornar ao serviço de futebol. De fato, o Velho Leão saiu da aposentadoria internacional para se juntar à seleção nacional. O primeiro sinal de um retorno positivo o viu ganhar o troféu AFCON 1988.

Roger Milla História da Copa do Mundo de 1990:

Verdade seja dita aqui, poucas pessoas fora de Camarões esperavam ver um Roger Milla de 38 anos brilhar na Copa do Mundo da FIFA de 1990. Roger Milla foi para a Itália com os Leões Indomáveis ​​de Camarões e conseguiu uma ascensão meteórica na Copa do Mundo FIFA de 1990, sediada na Itália.

Naquela Copa do Mundo, Roger Milla marcou quatro gols para Camarões. Ele se tornou o autor de uma grande jornada que levou Camarões às quartas de final. Seu senso de futebol, sorriso largo e gols foram quase tão impressionantes quanto sua dança ao redor do poste depois de marcar um gol.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
História da infância de Fabinho além de incontáveis ​​fatos biográficos

Aqui está um destaque em vídeo da glória de Roger Milla na Copa do Mundo da FIFA de 1990.

Surpreendentemente, todos viram Camarões como o maior pacote surpresa da Copa do Mundo da FIFA de 1990.

Você sabia?… Na primeira partida de Roger, seu país derrotou de forma chocante Diego Maradona país - Argentina.

E na partida seguinte, o poderoso Camarões derrotou a Romênia graças a dois grandes gols de Roger Milla, o Leão de 38 anos.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
História da infância de Kevin Volland e fatos biografados não contados

A campanha de Roger Milla na Copa do Mundo de 1990 marcou a chegada do continente africano ao cenário internacional do futebol.

O continente tornou-se uma força a ser reconhecida. Além disso, as obras de Roger Milla abriram o caminho para os sucessos subsequentes de Kanu Nwankwo e Jay Jay Okachada Nigéria de El Hadji Diouf e do Senegal de El Hadji Diouf.

Não acabou aí. A glória de Roger Milla na Copa do Mundo de 1990 forçou a FIFA a garantir um terceiro lugar nas eliminatórias para a África.

De fato, a FIFA aumentou a participação da África na Copa do Mundo de dois para três. Isso realmente não é ruim para um continente que se orgulha de um velho orgulhoso (Roger Milla) como seu melhor jogador.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
História de infância de Djibril Sidibe mais fatos de Biografia não contados

Roger Milla História da Copa do Mundo de 1994:

Quatro anos depois, o Velho Leão, insensível ao peso dos anos anteriores, saiu novamente de sua aposentadoria. Desta vez, ele concordou em emprestar seu talento a Camarões para a Copa do Mundo de 1994. Aos 42 anos, Roger Milla fez o impensável na Copa do Mundo de 1994.

Você sabia?… Ele se tornou o jogador mais velho a marcar um gol em uma partida da Copa do Mundo da FIFA. Na verdade, Roger Milla quebrou o recorde que ele estabeleceu em 1990 contra a Columbia. Ao fazer isso, o Velho Leão consolidou seu status como o maior jogador de futebol da África na Copa do Mundo.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
Histórias infâmicas de Radamel Falcao Story Story Plus Untold Biografia

Aqui está um documentário em vídeo sobre a glória da Copa do Mundo de Roger Milla da FIFA.

O resto da biografia de Roger Milla, como diz LifeBogger, é para sempre história. Tendo contado a história do futebol do Velho Leão, usaremos a próxima seção para discutir suas esposas e filhos. Então, sem mais delongas, vamos começar.

Vida amorosa de Roger Milla:

Para começar, a lenda da Copa do Mundo de Camarões é um homem casado. Até agora em sua vida, Roger Milla se casou com duas esposas. A lenda do futebol não se casou com uma segunda esposa porque precisava de duas mulheres. Em vez disso, ele ficou viúvo após a morte miserável de sua primeira esposa.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
Fatos de biografia de Bernardo Silva Childhood Story Plus Untold

Esta seção da biografia de Roger Milla fala sobre suas duas esposas. Essas duas mulheres se chamam Evelyne Marie Béa e Astrid Stephanie Ondobo. Infelizmente, Evelyne Marie Béa, a primeira esposa, está atrasada. Vamos contar mais sobre ela, incluindo o que causou sua morte.

Sobre Evelyne Marie Béa – a primeira esposa de Roger Milla:

Esta é a primeira esposa de Roger Milla, Evelyne.
Esta é a primeira esposa de Roger Milla, Evelyne.

Começando, ela nasceu no dia 15 de janeiro de 1965 em Camarões. A falecida Evelyne Marie Béa nasceu de sua mãe, Marthe Béa e pai, Nkolo Fanga. A data de nascimento de Evelyne veio em um momento em que Roger Milla havia acabado de se matricular na academia de futebol Eclair de Douala.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
História da infância de Aurelien Tchouameni, além de fatos biografados não contados

A primeira esposa de Roger Milla antes de sua morte acreditava muito na educação. A falecida Evelyne Marie Béa tinha um bacharelado e um comércio BTS, que ela obteve respectivamente de Créteil e Saint-Etienne na França. Naquela época, ela e seu adorável marido (Roger) moravam na França.

De acordo com as descobertas de LifeBogger, Roger Milla se casou com sua primeira esposa (Evelyne) no ano de 1984. Ambos os amantes (Roger e Evelyne) se casaram no dia 1º de janeiro de 1984. Naquela época, ele jogava futebol com o AS Saint-Étienne e estava prestes a ganhar seu primeiro troféu da Copa das Nações Africanas.

Ambos os amantes, Evelyne e Roger desfrutaram de uma vida feliz juntos, como visto abaixo. Evelyne ficou ao lado do marido durante seus melhores e piores momentos como jogador de futebol. Ela foi seu pilar e uma das poucas pessoas na vida de Milla – que lhe deu a crença de conquistar o futebol africano. 

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
Emmanuel Adebayor Childhood Story Plus Untold Biografia Fatos
Esta é Evelyne e seu marido antes de sua morte.
Esta é Evelyne e seu marido (Roger Milla) antes de sua morte.

Infelizmente, Evelyne Marie Béa só pôde comemorar 20 anos de seu casamento com Roger. Isso porque ela perdeu a vida em janeiro de 2004, mês de seu 20º aniversário de casamento. Agora, vamos contar sobre o infeliz acidente que tirou a vida da esposa de Roger Milla.

A Morte de Evelyne Marie Béa Milla:

Você sabia?… A esposa de Roger Milla morreu em um terrível acidente de trânsito em seu país natal – Camarões. Evelyne Marie Béa morreu 16 dias após seu 20º aniversário de casamento, no dia 17 de janeiro de 2004. Como dito anteriormente, ela e Roger se casaram em 1º de janeiro de 1984.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
Kylian Mbappe Childhood Story Plus Untold Biografia Fatos

A esposa de Roger Milla morreu em uma unidade de cuidados médicos intensivos de um hospital francês depois de sofrer ferimentos graves decorrentes de um terrível acidente de carro. A morte de Evelyne foi um evento terrível que deixou Roger Milla com o coração partido.

Falando sobre a morte de sua esposa, Roger Milla disse uma vez;

Toda vez que reflito sobre minha história no futebol, simplesmente percebo que perdi uma esposa, um amigo e uma senhora muito maravilhosa.
Na verdade, não posso mudar a decisão de Deus. A morte de Evelyne me perturbou. Mas quando você tem muitos bons amigos ao seu redor, isso definitivamente ajuda muito.
Após a morte dela, consegui me segurar graças aos meus amigos e filhos amorosos. Por enquanto, estou solteiro.

Sobre o acidente – o que exatamente causou a morte da esposa de Roger Milla:

Naquele dia muito triste, Evelyne Marie Béa Milla e sua amiga de infância, Christiane Mbah, e uma outra estavam no carro Cherokee de Roger. O acidente foi causado pela falha do motorista em negociar adequadamente uma curva. Como resultado, o carro em alta velocidade caiu para fora da estrada.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
História da infância de Kevin Volland e fatos biografados não contados

Você sabia?… No momento do acidente, a Sra. Christiane Mba, uma amiga muito próxima da Sra. Marie Evelyn Milla (esposa de Roger) estava em estágio avançado de gravidez. Infelizmente, ela morreu no local. O motorista e a esposa de Roger Milla foram imediatamente levados ao hospital.

Logo após o acidente, Marie Evelyn Milla e o motorista receberam atendimento de primeiros socorros. Mais tarde, ela foi transferida para o Hospital Central de Yaounde, onde fez um exame. Depois disso, ela foi internada na unidade de terapia intensiva do Hospital Universitário da Universidade de Yaounde.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
História da infância de Fabinho além de incontáveis ​​fatos biográficos

Por causa da gravidade de sua lesão, Marie Evelyn Milla foi posteriormente evacuada para a França para obter melhores cuidados médicos. A aeronave que veio para a evacuação de Evelyn deixou Camarões na sexta-feira às 5h45 e chegou a Paris às 12h30. Roger Milla estava com sua esposa moribunda, naquele vôo.

Enquanto viajavam para a França, os médicos que acompanhavam Roger e sua esposa lhe disseram que estavam otimistas sobre as chances de sobrevivência de Marie Evelyn. Ao chegar à França, ela foi evacuada para o Hospital Saint-Louis, em Paris. Roger Milla olhou para ele com medo.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
História de infância de Djibril Sidibe mais fatos de Biografia não contados

Infelizmente, Marie Evelyn não sobreviveu a seus múltiplos traumas. Toda a esperança dada a Roger sobre sua sobrevivência e recuperação falhou. A pobre Evelyn Milla entregou o fantasma na capital francesa, precisamente às 1h30 – da tarde de sábado, 17 de janeiro de 2004.

Momentos após a morte de Marie Evelyn:

Logo após o anúncio das tristes notícias pelas emissoras de TV e rádio, centenas de cidadãos de Camarões – incluindo os membros da família de Roger Milla inundaram sua casa. Após seu retorno da França após a morte de sua esposa, ele recebeu condolências de todas as partes do país.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
História da infância de Youri Tielemans mais fatos não caracterizados da biografia

O funeral da esposa de Roger Milla aconteceu após a 24ª Copa das Nações Africanas, na Tunísia. Uma pesada atmosfera de tristeza encheu o dia de seu funeral. O estacionamento de Roger Milla, localizado na entrada principal de sua casa, era pequeno demais para conter os muitos veículos estacionados.

Era fácil entender a cerimônia fúnebre lotada porque Evelyne, como seu marido, tinha muitos amigos. Naquele dia, Roger Milla disse que não sabia como iria superar a tragédia. Felizmente, o Velho Leão encontrou a coragem necessária para seguir em frente.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
Fatos da biografia Benjamin Mendy Childhood Story Plus Untold

Sobre a segunda esposa de Roger Milla:

A partir daquele dia que ele perdeu Evelyne, Roger Milla levou 3 anos, 6 meses e 4 dias para se casar com outra mulher. Astrid Stephanie Ondobo Milla, na foto aqui, é a segunda esposa de Roger Milla. Ela se tornou a pessoa que consertou o coração do Velho Leão após a morte de sua primeira esposa. 

Esta é a segunda esposa de Roger Milla, Astrid Stephanie Ondobo Milla.
Esta é a segunda esposa de Roger Milla, Astrid Stephanie Ondobo Milla.

Como as publicações on-line colocam, o casamento de Roger Milla com sua segunda esposa, Astrid Stephanie Ondobo, aconteceu no dia 20 de julho de 2007. Ambos os casais, na foto abaixo, se casaram em uma igreja católica romana - a capela Saint-Esprit em Yaoundé, Camarões .

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
História de infância de Djibril Sidibe mais fatos de Biografia não contados

A cerimônia de casamento entre Roger e Astrid foi celebrada pelo então Arcebispo de Yaoundé, Tony Bakot. Após o casamento de sua segunda esposa, Roger Milla fez seus fãs saberem como ele conseguiu continuar após a morte de sua primeira esposa, Evelyn. Em suas palavras;

Um ano após a morte da minha primeira esposa, recuperei a alegria de viver com Astrid Stéphanie.

Gostaria de agradecer a todos os familiares e amigos que me apoiaram nesses momentos difíceis.

Madame Stéphanie (como a chamam) e Roger Milla, no ano de 2017, comemoraram 10 anos de amor juntos como marido e mulher na capela Saint-Esprit de Yaoundé. A celebração do aniversário começou com uma missa de ação de graças na popular igreja de Saint-Laurent em Mvolyé.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
Emmanuel Adebayor Childhood Story Plus Untold Biografia Fatos

Sobre os filhos de Roger Milla:

Para começar, o Velho Leão é pai de dois meninos e uma menina. O mais velho dos três filhos de Roger Milla é um filho. E seu segundo filho é uma filha. Os dois filhos nasceram de sua falecida esposa, Evelyn. O último filho, muito mais novo, é de sua segunda esposa, Astrid.

Os nomes dos filhos de Roger Milla são Albert Roger, Ruth Sandy e Raphaël Ondobo. Com base nas descobertas, o filho de Roger Milla (Albert Roger) é seis anos mais velho que Ruth Sandy. Ambos os filhos de sua falecida esposa estão na casa dos 30 e 40 anos, no momento em que escrevo esta biografia.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
Kylian Mbappe Childhood Story Plus Untold Biografia Fatos

Raphaël Ondobo – Filho de Roger Milla:

Para quem não o conhece, é o segundo filho do maior futebolista camaronês. Assim como seu pai lendário (Roger Milla), Raphaël Ondobo também é um jogador de futebol profissional. Na época em que esta foto foi tirada, o filho de Roger Milla jogava pelo AS Saint Genis Ferney Crozet.

Raphaël Ondobo, filho de Roger Milla, tinha 17 anos, na data em que esta foto foi tirada - 11 de março de 2017.
Raphaël Ondobo, filho de Roger Milla, tinha 17 anos, na data em que esta foto foi tirada – 11 de março de 2017.

Como diz a pesquisa, o clube de futebol acima mencionado está localizado em Ferney-Voltaire. Esta é uma comuna no departamento de Ain e na região de Auvergne-Rhône-Alpes, no leste da França.

O filho de Roger Milla, Raphaël Ondobo, é um menino quieto por natureza. Raphael é alguém que vive serenamente e aspira a ser como seu Super Pai.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
Histórias infâmicas de Radamel Falcao Story Story Plus Untold Biografia

Apaixonado pelo futebol, o maior sonho de Raphael Ondobo é vestir a camisa do
Leões Indomáveis.

LifeBogger está otimista com o filho de Roger Milla jogando pela seleção de Camarões. Afinal, vimos filhos de Legendary African Ballers - assim como Andre Ayew, Jordan Ayew e Tim Weah jogar por suas seleções nacionais.

Vida pessoal:

Longe do futebol, quem é Roger Milla?

Aqui, contaremos mais sobre a personalidade do Velho Leão.
Aqui, contaremos mais sobre a personalidade do Velho Leão.

Esta seção da biografia de Roger Milla conta fatos sobre personalidade. Começando, ele é alguém que (apesar de sua velhice) ainda diverte seus fãs com sua dança da bandeira de canto. Este vídeo explica mais do que apenas a personalidade em campo de Roger Milla.

Durante seu tempo livre, os hobbies de Roger Milla incluem assistir TV, tocar música, basquete e tênis. O Velho Leão joga basquete e tênis três vezes por semana. Além disso, Roger Milla adora correr e fazer exercícios que envolvem alongar o corpo e os abdominais.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
História da infância de Aurelien Tchouameni, além de fatos biografados não contados
Esta é uma entre muitas rotinas de treino de Roger Milla.
Esta é uma entre muitas rotinas de treino de Roger Milla.

Qual música Roger Milla gosta?

Mergulhando profundamente em seu hobby musical, Roger Milla adora ouvir jazz, blues e zouk. O último (música zouk) é um movimento musical iniciado pela banda antilhana francesa, Kassav, durante o início dos anos 1980. Milla era um grande fã de música zouk durante seus dias de jogo na França.

Quanto à música africana, adora Makossa, Coupé-décalé, etc. Sem esquecer a música Mbalax – sobretudo as cantadas pelo grande amigo de Roger Milla, Youssou Ndour. Além de Youssou Ndour, Milla é uma grande fã de Meiway, cuja música ele diz ser muito dançante.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
História da infância de Kevin Volland e fatos biografados não contados

Que comida Roger Milla come?

Começando, o Velho Leão adora não apenas a comida dos Camarões, mas também a de diferentes países que visitou. Por exemplo, quando Milla vai para a Costa do Marfim, ele come Attiéké. Você sabia?… A comida favorita de Roger Milla é banana e Ndolé – o prato local de Camarões.

A comida favorita do Velho Leão é a banana-da-terra e o ndolé, um prato camaronês que consiste em nozes cozidas e camarões.
A comida favorita do Velho Leão é a banana-da-terra e o ndolé, um prato camaronês que consiste em nozes cozidas e camarões.

Estilo de vida de Roger Milla:

Esta seção das memórias do Velho Leão conta fatos sobre a maneira como ele viveu sua vida ao longo dos anos. Durante o início da vida de Roger Milla (antes de conhecer sua falecida primeira esposa), manter mulheres ou namoradas não o excitava. A lenda do futebol ficou solteira por anos antes de se casar.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
Fatos de biografia de Bernardo Silva Childhood Story Plus Untold

Carro de Roger Milla:

A lenda dos Camarões adora automóveis highlander. O favorito de Roger Milla é o Jeep Grand Cherokee, que, infelizmente, foi o carro em que sua falecida esposa sofreu um acidente.

Depois de perder sua esposa em um acidente com aquele carro, Roger Milla uma vez pensou em criar uma fundação de acidentes.

Esta fundação de Milla foi inicialmente pensada para ajudar vítimas de acidentes de carro em seu país. Infelizmente, o projeto que foi inspirado pela morte de sua esposa nunca viu a luz do dia. Roger Milla deixou a ideia depois que seus amigos avisaram que seria difícil administrá-la, considerando os muitos acidentes no país.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
História da infância de Youri Tielemans mais fatos não caracterizados da biografia

Casa Roger Milla:

O Roving Ambassador tem uma casa que fica na propriedade abaixo. A casa de Roger Milla (uma entre muitas que ele tem) foi presenteada pelo líder de seu país. Presidente Biya prometeu casas para Roger Milla e sua equipe da Copa do Mundo de 1990 chegou em 2020 – 30 anos após o torneio.

Trinta anos após suas façanhas na Copa do Mundo de 1990, Roger Milla House (nesta propriedade) foi presenteado a ele ao lado de seus companheiros de equipe camaroneses na Copa do Mundo de 1990.
Trinta anos após suas façanhas na Copa do Mundo de 1990, Roger Milla House (nesta propriedade) foi presenteado a ele ao lado de seus companheiros de equipe camaroneses na Copa do Mundo de 1990.

Vida familiar de Roger Milla:

Germain Mooh (seu pai) e Ruth Ngobo (sua mãe) estão ambos atrasados. Roger Milla deu uma visão sobre a morte de seus pais quando encomendou a construção de uma escola em sua aldeia, Japoma. Agora, vamos contar mais sobre os membros da família estendida da Lenda.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
História da infância de Fabinho além de incontáveis ​​fatos biográficos

Parentes de Roger Milla:

The Old Lion compartilha um relacionamento familiar com Nkolo Fanga e Marthe Béa. Enquanto a Sra. Nkolo é o sogro de Roger Milla, Marthe é sua sogra. Essas pessoas são os pais de Evelyne Marie Béa – a falecida esposa de Roger Milla.

Nkolo Fanga e Marthe Béa são avós maternos de Albert Roger e Ruth Sandy. Estes são os filhos de Roger Milla, nascidos de sua falecida esposa – Evelyne.

Marthe Béa (mãe da falecida esposa de Roger) esteve presente durante o aniversário de casamento de Milla com sua segunda esposa, Astrid. Ao ver Marthe na ocasião, Roger Milla ficou muito emocionado.

Fatos não contados:

Concluindo a biografia de Roger Milla, usaremos esta seção para fornecer informações sobre o goleador mais velho em uma Copa do Mundo da FIFA. Agora, sem mais delongas, vamos começar.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
Fatos da biografia Benjamin Mendy Childhood Story Plus Untold

1. Ele poderia ter morrido com a esposa – mais fatos sobre o acidente:

Em vez de se juntar à esposa naquele carro, Roger Milla decidiu viajar na Mercedes de um amigo para Meyomessala, uma cidade e comuna em Camarões. Ele poderia ser vítima do acidente se tivesse entrado em seu próprio carro.

Acompanhada de sua melhor amiga de infância, Christiane Mbah, Evelyne, que é a falecida esposa de Roger Milla, decidiu usar o carro Cherokee de Roger Milla.

O motorista que dirigia o carro de Roger Milla (o Cherokee) perdeu uma curva, mas ainda tentou fazer uma manobra para alcançá-lo. Foi assim que ele perdeu o controle do veículo que deu uma cambalhota e bateu em um barranco. Mais uma vez, Milla corria o risco de morrer se estivesse em seu carro Cherokee.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
História da infância de Kevin Volland e fatos biografados não contados

2. Fatos da FIFA de Roger Milla:

A lenda do futebol de Camarões tem excelentes estatísticas no videogame moderno. O cartão FIFA de Roger Milla diz muito sobre suas habilidades durante seus dias ativos. Você notou que a única coisa que falta a Roger Milla é Interceptions? 

4. Ocupação de Roger Milla – se o futebol não tivesse dado certo:

A lenda do futebol teria procurado emprego em qualquer campo esportivo. Longe desses empregos esportivos, Milla disse uma vez que preferia empregos em aviação, hospitalidade e política. Falando em política, Roger Milla não acredita em usar sua popularidade para buscar cargos políticos.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
Fatos de biografia de Bernardo Silva Childhood Story Plus Untold

5. Problema com Samuel Eto'o:

Há alguns anos, Roger Milla não se dava bem com o ex-atacante do Barcelona, Samuel Eto'o. Este vídeo conta tudo o que aconteceu entre as duas lendas do futebol de Camarões.

5. Religião de Roger Milla:

A lenda do futebol camaronês é um cristão e um membro devoto da Igreja Católica Romana. Roger Milla frequenta a igreja católica de Saint-Laurent em Mvolyé, Yaoundé, Camarões. Esta é a igreja católica que ele comemorou seu 10º aniversário de casamento.

Resumo do Wiki:

Esta tabela detalha os fatos da biografia de Roger Milla.

PERGUNTAS WIKI DE ROGER MILLARESPOSTAS DA BIOGRAFIA ROGER MILLA
Nome completo:Alberto Roger Miller
Apelido:Leão Velho
Data de Nascimento:20 de maio de 1952
Idade:70 anos e 2 meses.
Naturalidade:Yaoundé, Camarões
Pais:Ruth Ngobo (Mãe) e Germain Mooh (Pai)
Esposa atrasada:Evelyne Marie Béa
Esposa Presente:Astrid Stephanie Ondobo Milla,
Causa da morte da esposa:Acidente
Crianças:Albert Roger, Ruth Sandy e Raphaël Ondobo
Filhos da falecida esposa:Albert Roger, Ruth Sandy
Filhos para sua segunda esposaRaphaël Ondobo
Ocupação do pai:Trabalhador ferroviário aposentado de Camarões
Ocupação da mãe:Governanta
Origem familiar:Aldeia Japoma, Duala
Etnia:Bantus/Semi-Bantus
Nacionalidade:Camarões
Signo do zodíaco:Touro
Patrimônio líquido:4.5 milhões de dólares (estatísticas de 2022)
Hobbies:Jogando basquete, tênis, dançando e ouvindo música,
Religião:Cristianismo (Igreja Católica Romana)
Altura:1.76 metros OU 5 pés e 9 polegadas
Troféus conquistados por Camarões:Copa Africana de Nações 1984 e 1988
LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
História da infância de Youri Tielemans mais fatos não caracterizados da biografia

Nota Final:

Apelidado de Old Lion, Albert Roger Miller nasceu no dia 20 de maio de 1952 para sua mãe, Ruth Ngobo e pai, Germain Mooh, em Yaoundé, Camarões. Aos sete anos, Roger Milla se inspirou em seu herói chamado Pelé depois de levar o Brasil à Copa do Mundo.

Por causa de seu amor pelo futebol e querendo ser como seu herói, ele ganhou o apelido de infância “Pele”. O início da vida futebolística de Roger Milla começou em Japoma, sua vila Cameronian. Surgiu quando a família de Roger Milla se mudou de Yaoundé para Douala no ano de 1963.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
História da infância de Aurelien Tchouameni, além de fatos biografados não contados

Essas realocações familiares vieram como resultado de uma transferência do pai de Roger Milla (Germain Mooh), que era um trabalhador ferroviário. Enquanto trabalhava no setor de transporte, a mãe de Roger Milla é dona de casa. No início, os pais de Roger Milla insistiram em sua educação em vez de futebol.

Aos 13 anos, Roger Milla assinou pelo Eclair de Douala, que é seu primeiro clube local. Ele passou a jogar para Léopard Douala e Tonnerre antes de se mudar para o exterior. Enquanto na França, Roger Milla jogou por Valenciennes, Mônaco, Bastia, Saint-Étienne, Montpellier e Saint-Pierroise.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
Kylian Mbappe Childhood Story Plus Untold Biografia Fatos

Enquanto na Europa, sua conquista notável é ganhar a Copa da França, título da 2ª Divisão, etc. Pela seleção de Camarões, ele ganhou dois títulos da AFCON. Acima de tudo, o heroísmo de Roger Milla nas Copas do Mundo da FIFA de 1990 e 1994 o transformou em um ícone global do futebol.

Em relação à sua vida pessoal, Roger Milla já foi casado com Evelyne Marie Béa antes de perdê-la em um acidente de carro. Após sua morte, ele se casou novamente com Astrid Stephanie Ondobo Milla. Roger Milla tem três filhos. Eles são Albert Roger, Ruth Sandy e Raphaël Ondobo.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
História da infância de Fabinho além de incontáveis ​​fatos biográficos

Nota de apreciação:

Estimados leitores de memórias, agradecemos por dedicar seu tempo de qualidade para ler nossa versão da biografia de Roger Milla. Uma lenda do futebol africano que gosta de Choupo-Moting, Karl Toko Ekambi, Vincent Aboubakar, etc, buscam inspiração para seus gols na Copa do Mundo da FIFA.

Na LifeBogger, nos preocupamos com justiça e precisão em nossa busca para entregar Extras de futebol. Aqui, contamos uma Futebol Clássico História de um Futebol camaronês Lenda.

LEIA A HISTÓRIA COMPLETA:
Fatos da biografia Benjamin Mendy Childhood Story Plus Untold

Por favor, deixe-nos saber (via comentário) se você notar algo que não pareça certo na Bio de Roger Milla. Além disso, temos histórias de futebol relacionadas que atendem à sua intenção de leitura. Em uma nota final, por favor, diga-nos o que você pensa sobre Roger Milla e sua incrível história biográfica.

Subscrever
Receber por
0 Comentários
Comentários em linha
Ver todos os comentários